Publicado por: China Trade Center | 28/03/2011

Oportunidades são abundantes para investimento chinês na América Latina, diz banqueiro

Bernardo Guillamon, gerente do programa Extensão e Parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), disse no domingo que há uma grande quantidade de oportunidades de investimento para as empresas chinesas na América Latina.

A China, como o mais novo membro do BID, viu seu comércio com a região aumentar de maneira substancial nos últimos anos, disse o funcionário em uma reunião anual do banco, acrescentando que “a América Latina está crescendo rápido e apresenta uma disparidade em termos de infraestrutura de investimento, gerando demanda em financiamento de portos, estradas e eletricidade”.

“Portanto, há muitas oportunidades para as empresas chinesas investirem”, especialmente nas áreas de infraestrutura e recursos, o que seria muito benéfico tanto para a região, como para as companhias que investirem, disse Guillamon.

A China integrou-se ao BID em janeiro de 2009, tornando-se o 48º país membro. O país asiático fez uma contribuição inicial de US$ 350 milhões para diversos programas de investimento do banco, com sede em Washington D.C., que visa apoiar o investimento nos países da América Latina e do Caribe.

Em outubro passado, o Banco de Exportação e Importação da China e o BID prometeram financiar até US$ 200 milhões em atividades comerciais entre o país asiático e a região da América Latina e do Caribe nos próximos dois anos.

Guillamon disse que a América Latina e o Caribe podem oferecer à China acesso a grande quantidade de recursos naturais, pesquisa e desenvolvimento e perícia no setor agrícola.

“Brasil, Argentina e muitos outros países do sul são grandes exportadores e possuem avançadas tecnologias de produção agrícola, que podem ser compartilhadas com a China”, explicou.

“Existem países que, por sua posição geográfica, podem ser, obviamente, uma opção melhor para a China no Pacífico. No entanto, também há outros países que, por seu tamanho, têm muitos programas de investimento, o que também será atraente para as instituições e companhias chinesas, como o Brasil e a Argentina, entre outros”, disse.

Fonte: Agência Xinhua (portuguese.cri.cn)

Curta/Siga a China Trade Center nas Redes Sociais.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: